Mármore, o protagonista de pisos e revestimentos

Pisos revestidos com pedras naturais, como o mármore, são também ótimas formas de integrar o luxo de materiais clássicos ao ambiente.
Decoração: materiais clássicos em ambientes modernos
19 de setembro de 2017
Tipos de mármore e suas aplicações
10 de outubro de 2017

De todas as pedras naturais, nenhuma é mais nobre que mo mármore

 

Eles têm diferentes formas, cores, texturas, podendo ser naturais ou manufaturados, nacionais ou importados. É enorme a gama de pisos e revestimentos disponíveis no mercado e, em meio a tantas opções, como escolher o material ideal?

Para o arquiteto Marcelo Passarelli, a melhor escolha para quem quer nobreza e sofisticação ainda recai sobre as pedras naturais. Não à toa, os desenhos únicos de rochas como o mármore são recorrentes em paginações de pisos em projetos que buscam luxo e ousadia.

No entanto, a especificação de rochas ornamentais para pisos e revestimentos exige do arquiteto conhecimento sobre as propriedades físicas e estéticas do produto, além da utilização recomendada de cada pedra.

 

 

 

Pisos e revestimentos de mármore

Crème de la crème entre pisos e revestimentos, o mármore é um material frio, o que favorece principalmente sua utilização em locais de clima tropical, visto que ajuda a diminuir a sensação de calor.

Em locais de clima mais frio ou ameno, costuma ser combinado em projetos ousados e requintados em harmonia com outros materiais mais quentes, como a madeira.

Outra vantagem é que, além dos tons neutros, é possível encontrar o mármore em diferentes cores, variadas texturas e na medida em que melhor atender ao desejo do designer.

Aplicação de pisos de mármore

O mais atemporal dos revestimentos, utilizado desde a antiguidade em projetos luxuosos, o mármore pode ser utilizado em pisos de áreas internas e externas.

No entanto, o arquiteto Marcelo Passarelli lembra que, por ter uma textura mais porosa do que o granito, além de ser mais mole, o uso do mármore geralmente não é recomendado para áreas com alto tráfego de pessoas. Por ter absorção de água maior do que o granito e outros materiais, também não é o produto mais indicado para locais frequentemente expostos à água.

Nestes casos, uma dica de Passarelli é a utilização de pedras compostas, também conhecidas como pedras industrializadas ou artificiais. Uma ótima opção, por exemplo, é o Lapitec, pedra sinterizada de “corpo inteiro”. Produzido na Itália, por meio de um processo industrial mantido em segredo pelo fabricante, o Lapitec combina a solidez de um material industrializado à beleza de uma autêntica pedra natural, sendo resistente a manchas, agentes atmosféricos, ácidos, solventes, entre outros agentes.

Por fim, na hora da escolha, vale lembrar que o mercado tem muitas opções de pisos e revestimentos, como granito, ardósia porcelanato, madeira, cerâmica, vinílico, todos com seus prós e contras… Mas, para quem quer exclusividade, luxo e requinte, o mármore ainda é incomparável.

O arquiteto Marcelo Passarelli

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *